103-SEJA FELIZ

 

   Uma das razões da desmotivação é a rotina improdutiva que se torna fastidiosa. Não está vinculada necessàriamente nem a ruptura interna nem a presumidos obsessores. Aliás, quando se pode  encontrar causa para nossos queixumes aqui na terra não vejo porque procurar motivos metafísicos. Certamente você teve e tem momentos de alegria e prazer, o que às vezes falta é valorizar isto e fazer a felicidade durar mais tempo na sua lembrança ou no seu paladar. É preciso degustar longamente a deliciosa iguaria. Devemos estar atentos a nós mesmos e ao nosso ambiente. Não se deixe dominar por situações que desagradem. Se o tédio vem vindo dê um choque nêle, derrube-o, não o deixe derrubá-lo. Procure cultivar a emoção mais doce e passe ao largo dos fatos amargos que a vida contém. Esteja de sentinela na defesa de sua felicidade, você é o responsável pela alegria do seu coração e convém respeitar seu compromisso com a natureza que pretende que a humanidade se mantenha saudável de físico e de espírito para a realizaçao da obra do senhor.

 

Wilson Ayres Côrtes

Médico psiquiatra

CRM 7629-SP

cortesdi@ig.com.br



Voltar